A Macboot iniciou um projeto de meliponário, que tem como objetivo criar abelhas nativas sem ferrão, e mostrar para todos como esses animais são importantes para a polinização e o bom funcionamento do meio ambiente.

A polinização é um grande fator que as espécies nativas podem apresentar, principalmente em estufas fechadas, de vegetais e frutas. Como não utilizam de seu ferrão, podem ser usadas com segurança na polinização dos ambientes fechados. Alguns vegetais necessitam que durante a coleta de alimento dessas abelhas, ela exerça movimentos vibratórios, para que assim o pólen seja liberado. Esse comportamento é visto constantemente em espécies de abelhas sem ferrão.

Em uma segunda etapa, após o término do processo de implantação do meliponário, a Macboot vai iniciar um trabalho de educação ambiental. A ideia é receber a visita de pessoas interessadas em conhecer melhor o processo de criação das abelhas e seus benefícios e levar caixas de abelha, devidamente preparadas, para apresentação em escolas públicas e particulares.

Sobre as abelhas

As abelhas nativas, mais conhecidas como abelhas sem ferrão, possuem na verdade um ferrão atrofiado, que impossibilita a utilização dele como defesa. Algumas das espécies de abelhas nativas não são agressivas, e por isso apresentam fácil manuseio. São produtoras de mel e pólen, mas em escala menor do que as abelhas com ferrão (Apis melífera).

Para o projeto, espécies do grupo Melipona e Trigona, irão contribuir com a polinização e a educação ambiental que será apresentado pela Macboot.

 

Texto por: Lucas Melo Silva

Fotografia: Rafa Mendes